O lugar do clicker no adestramento

27/10/2017

De certo muitos de vós já ouviu falar do clicker e de como a sua utilização veio a revolucionar o mundo do adestramento canino. Mas antes de mais o que é o clicker?

O clicker não é nada mais nada menos do que uma pequena caixinha com uma chapa metálica no sei interior que ao ser pressionada emite um click, dai o nome de clicker. O clicker pode ter varias formas, mais arredondados, mais achatados, com um botão, mas o princípio de funcionamento é todo o mesmo.

Devido à sua simplicidade de funcionamento o clicker pode ser qualquer coisa que emita um som ao ser pressionado. Um exemplo disso são as tampinhas de latão de alguns sumos como os da compal.

Ou seja, na realidade, e embora possa parecer um pouco antagónico, o adestramento com clicker não depende do clicker em si, mas sim do timing de marcação de um reforços.

Então mas assim, afinal para que serve o clicker?

O clicker, também conhecido como método de treino com clicker é na realidade baseado no condicionamento operante através da utilisação de reforços positivos (normalmente comida, biscoitos, jogo, entre outros).

Tal como referido anteriormente, a utilisação do clicker permite marcar com um som aquando de uma acção desejada do cão. Desta forma, o clicker ajuda o cão a identificar o instante preciso do comportamento desejado pelo adestrador e que tem como consequência um recompensa.

A história do clicker

Embora o adestramento recorrendo ao clicker tenha sido largamente utilizado em adestradores de golfinhos, a sua origem remonta ao período da segunda grande guerra mundial, onde os pioneiros foram os pombos. Durante essa época, um grupo de investigadores americanos acreditava que o método tradicional de adestramento animal não era eficaz o suficiente, uma vez que o animal não era informado do seu sucesso com a devida precisão, o que poderia levar o animal a interpretações erradas do sobre aquilo pelo que estava a ser recompensado. Entusiasmados pelo sucesso das suas pesquisas, tentaram implementar os seus métodos de adestramento durante as décadas de 1940 e 1950 sem efeito. Só em 1980-1990 é que as suas investigações foram reconhecidas como um avanço no mundo do adestramento e só ai é que se começaram a difundir em diversas áreas do mundo animal, como no adestramento de cavalos, pássaros, galinhas e outro animais de companhias como os cães e os gatos.

Como utilisar o clicker

A utilisação do método de treino com clicker é bastante simples, mas no entanto este deve ser em primeiro lugar introduzido ao cão. A este processo chama-se "carregar o clicker".

Carregar o clicker significa mostrar ao cão que este pode esperar uma recompensa sempre que ouvir um determinado som.

Passos para carregar o clicker:

  • Guardar um biscoito na mão e colocar o cão à sua frente;
  • Clicar e de seguida recompensar com o biscoito;
  • Guardar um biscoito fora da visão do cão, clicar e recompensar.

Este processo deverá ser repetido diversas vezes até estar interiorizado pelo cão.

É de notar que no inicio a recompensa deve ser bastante valiosa e deve ser dada num intervalo muito curto de tempo após o som do clicker. No entanto, à medida que o comportamento vai sendo apreendido estas recompensas devem ser mais espaçadas.

De forma a exemplificar melhor todo o processo, em breve sera colocado um video explicativo com cada um dos passos necessarios para carregar o clicker.

VIDEO


Espero que tenham gostado deste artigo. Se tiverem algumas dúvidas podem enviar um email para: abibliotecadocao@gmail.com