Parques para cães - sim ou não

21/08/2018

Nos dias de hoje existe uma enorme discussão entre aqueles que são a favor a existências de parque exclusivos para cães e os que defendem precisamente o oposto. Serão os parques para cães indicados para levar o seu amiguinho de quatro patas?

Que benefícios poderá o seu amiguinho tirar de um parque para cães? Existem parques para cães em Portugal? Nesse sentido este artigo pretende dar resposta a estas e muitas outras perguntar sobre os prós e os contras de levar o seu amiguinho a um parque para cães.

Na hora de levar o seu cão a passear pode deparar-se com alguns dilemas: onde poderei proporcionar um maior divertimento ao meu cão? Será que vão haver amiguinhos para brincar com ele? Haverá espaço suficiente para ele dar umas boas corridas?

Estas são algumas das perguntas que condicionam um pouco a escolha do local para passear o seu cão. Então e se existisse um parque para cães? Sim, isso seria uma vais valia, senão vejamos alguns dos pontos positivos de levar o seu cão a um parque para cães:

Pontos positivos:

»Socialização: nos parques para cães, o contacto com outros cães e pessoas em contextos diferentes aos encontrados em sua casa, no seu território seguro, poderem ser bastante enriquecedores para o seu cão. No entanto é preciso assegurar que essa mesma socialização é feita "com modos" e que todos os intervenientes se sabem comportar corretamente.

»Exercício: estes parques são excelentes para exercitar física e mentalmente o seu cão. Por um lado existem diversos novos odores que estimulam mentalmente o seu amiguinho e por outro, em alguns dos parques, existem também obstáculos de "agility" para poder brincar com o seu amiguinho.

»Brincar com outros cães: Mesmo o parque que não tem obstáculos, a existência de outros patudos para correr e brincar é já bastante estimulante para o seu.

No entanto nem tudo são pontos positivos. É importante também saber que existem alguns riscos e estar preparado.

Pontos negativos:

»Doenças e parasitas: nem todos os cães são vacinados nem desparasitados pelos seus tutores e por esse motivo, por vezes estes parques acabam por ser possíveis pontos de contágio. Desta forma garanta sempre que o seu cão esta vacinado contra as principais doenças e desparasite-o frequentemente.

»Agressões: em todo o lugar onde existem muitos cães é importante ter em atenção a linguagem corporal dos mesmos. Conhecer os sinais de apaziguamento e de dominância podem evitar confrontos. Por isso mesmo os donos deve sempre estar atentos aos seus cães de forma a evitar qualquer incidente.

Aqui ficam alguns vídeos de problemas ocorridos nestes parques:

»Fugir ou roubados: alguns desses parques podem ser bastante amplos ou até não ter uma vedação eficiente o suficiente para separar o interior do exterior. Para que o seu patudo não fuja e acabe-se por perder os tutores devem estar sempre atentos ao que o amiguinho anda fazendo.

Outro risco é o facto de poderem ser roubados. Criminosos existem em diversos lugares e é importante esta sempre atento ao meio que nos rodeia.

»Magoarem-se: sabemos que as brincadeiras dos nossos amigos de quatro patas por vezes são um pouco brutas. Ou porque são muito novos e não medem a sua forca ou porque se entusiasmaram demasiado com a brincadeira podem acabar por se magoar.

Por exemplo, cães muito grandes brincando de forma descontrolada com cães muito pequenos. Por isso mesmo deve estar sempre atento para poder evitar que se magoem uns aos outros sem quererem.

Lembrem-se os parques para cães são acima de tudo para os cães se divertirem e socializaram com os seus tutores e não para serem apenas largados e ficarem completamente desacompanhados.

Assim, fazendo uma avaliação dos pontos positivos e negativos e deixando sempre ao critério de cada um, julgo que os parques para cães são uma mais-valia numa sociedade que deve progredir no sentido de melhorar as condições dos seus cidadãos, de duas e de quatro patas. Estes parques se forem utilizados por pessoas conscientes, interessadas no bem-estar do seu cão e atentas tem tudo par dar certo e ser uma excelente alternativa aos passeios diários do seu amigo de quatro patas.

Aqui ficam alguns concelhos para uma utilização pacífica e mais prazerosa para si e para o seu amigo de quatro patas:

  • Procure horários mais tranquilos, onde não existam tantos cães no recinto, ou seja, faca uma avaliação prévia do parque onde vai entrar com o seu cão.
  • Tente ir apenas a parques que garantam boas condições de segurança, de modo a evitar que o seu amiguinho de quatro patas possa fugir sem que se de conta
  • Para evitar a propagação de possíveis doenças, recolha e diga para recolherem sempre os dejetos do seu cão
  • Tenha atenção ao nível de ansiedade e excitação do seu e dos outros cães
  • Faça-se acompanhar sempre de brinquedos para brincar com o seu cão, de petiscos de alto valor para recompensa-lo e essencialmente de água para quando o calor apertar
  • O seu cão deve ter bem aprendidos os comandos de obediência básica.
  • Dar sempre um bom passeio antes de entrar no parque para libertar a tensão acumulada e para que o seu amiguinho possa estar mais relaxado no parque e assim brincar tranquilamente com os outros cães.
Leve sempre a trela. Mesmo que o cão possa andar à vontade no parque, em caso de algum problema pode sempre coloca-lo na trela de forma a protege-lo. No mesmo sentido, dependendo da raça do cão, pode ser importante fazer acompanhar-se por um açaime.

Em Portugal felizmente já existem alguns parques para cães, aqui ficam alguns:

  • Jardim Fernando Pessa - Areeiro, Lisboa
  • Parque da cidade de Penafiel - Penafiel
  • Jardim do Campo Grande - Lisboa
  • Parque para cães de Monsanto - Lisboa
  • Parque Bensaúde - Benfica - Lisboa
  • Parque canino na Praca São Joao Bosco
  • Dog Park de S.Pedro do Estoril - Lisboa

Estes são alguns dos parques que encontrei (existem 21 em Lisboa). Caso conheçam mais alguns podem deixar o nome nos comentários em baixo. E como podem ver, embora já existam alguns parques em Portugal, a maioria encontra-se na zona da Grande Lisboa.

No Porto, desde o início do ano de 2018, com a ajuda do PAN, que esta em cima da mesa a criação por parte da camara municipal um parque para cães.

Embora sejam boas noticias, devemos esperar que estas medidas se estendam a todo o território nacional para que todos os cães e tutores possam disfrutar desta realidade.

Deixem as vossas reações abaixo:

Referencias: